Postagens

Resultado Opções / Trades - jan/2018

Imagem
Fala Galera da Finansfera!
Após uma série de testes para aprender e me familiarizar com operações de opções, eu decidi que reservaria uma parcela do meu capital para operar Trades/Opções e fazer algum giro de capital para explorar uma melhor rentabilidade do portfólio.


Hoje esse incremento de rentabilidade tem um objetivo mais didático, preciso aprender incrementar um pouco a rentabilidade de uma forma mais segura e obter uma rentabilidade superior à renda fixa. Quando a Independência Financeira chegar e eu não contar mais com uma fonte de renda mensal, poderei lançar mão de estratégias como essa para geração de receita. Não gosto da ideia de ir me desfazendo de patrimônio para pagar minhas despesas.
Outra questão importante na escolha deste formato é que não tenho tempo livre para me dedicar à outras modalidades de trade, tenho um trabalho convencional em tempo integral, e não dá para ficar com a tela do broker aberta o dia todo.
A forma de apuração será a mesma que se utiliza para tribu…

Renegociação da taxa de Corretagem na Mirae

Imagem
Fala galera da Finansfera!
Há pouco mais de um ano troquei minha corretora de renda variável, porque fiz uma comparação com o mercado e verifiquei que estava pagando muito caro.
É claro que quando se faz trade trocar de corretora é tarefa simples, mas quando se faz buy and hold trocar de corretora passa a ser um processo mais chato e eventualmente caro.



Tenho visto algumas discussões sobre preço da corretora e os valores que verifiquei nas tabelas não batia com os valores que tinha na minha cabeça. Comecei a pensar, se valeria a pena realizar uma troca de corretora.
Entrei no site da Mirae e encontrei os seguintes preçários.
A Mirae pratica um preço para novos clientes e um outro preço para clientes de um determinado período no passado. Mas para minha surpresa o preço que a Mirae pratica na minha conta não consta em nenhuma tabela. Hoje pago R$2,90.
Fiquei achando que somente eu pago R$2,90 de corretagem para Mirae.
Mas como é possível que haja mais gente nesta situação resolvi fazer este po…

Redução de danos em investimentos errados

Imagem
Olá galera da Finansfera!

Andei buscando uma alternativa para incrementar a rentabilidade do portfólio e após alguns testes optei por utilizar trades em conjunto com opções. Fiz alguns experimentos, um com opção de venda e outro sobre opção de compra que relatei aqui no blog. Defini como meta para 2018 nesta carteira o valor de 350 reais por mês e isso foi relatado no meu planejamento para 2018.




Durante o início do processo de aprendizagem com opções, eu fiz uma besteira e lancei uma opção com vencimento 14 meses à frente, conforme relatei no post sobre o erro na escolha do TICKER.

É sempre importante ter em mente que erros na escolha dos investimentos podem acontecer. Claro que estudo, pesquisa e planejamento são as grandes ferramentas rumo à carteira de investimentos saudável e à Independência Financeira, mas não são capazes de nos manter a prova de falhas. Depois de identificado o erro, é necessário traçar um plano de recuperação. É isso que apresento no post de hoje, com esse meu exe…

Rentabilizando em FIIs com a subida da taxa de juros

Imagem
Olá galera da Finansfera!
Vocês conhecem o IFIX? Se negociam fundos imobiliários é bem provável que sim! IFIX é índice calculado pela Bovespa para representar a média do mercado de fundos imobiliários negociados na bolsa brasileira.



Sempre vejo os analistas e comentaristas do mercado de FIIs comparando o IFIX com os juros futuros, geralmente o de 5 anos, já que possuem melhor aderência nas análises. E isso faz todo o sentido! Os investimentos imobiliários possuem grande correlação com renda fixa e é sempre prudente comparar esses investimentos para verificar qual é mais vantajoso em cada momento.
Os resultados desta comparação geralmente tem essa cara:
Como as pessoas comparam cotação (R$) com taxa de juros (%), os valores apresentam uma correlação negativa, mas se compamos com o valor da cota do tesouro pré 2023 podemos ver que eles têm bem a mesma cara:

Nota 1: Fiz um pequeno ajuste na escala do IFIX(esqueda) e do LTN23 (direita) para que as curvas ficassem mais próximas, apenas para efe…

Sorte, atalhos e devaneios para a Independência Financeira

Imagem
Fala galera da Finansfera!
Como muitos brasileiros, eu tentei um atalho para Independência Financeira (IF) nesta virada de ano. Confesso. Eu desperdicei dinheiro jogando na Mega Sena da Virada!
Ao todo gastei 27,5 reais, sendo 17,50 num jogo meu e mais 10 num bolão da firma. A senhora Janota outros 30 no bolão do trabalho dela.




O exercício de jogar na loteria aguça nossas elucubrações sobre o futuro e sobre como viveríamos se fossemos ricos, ou pelo menos milionários.

O curioso de conversar com os colegas de bolão é observar as diversas percepções de dinheiro e valores, gastos e necessidades que cada um embute nos seus sonhos milionários.
Como estamos engajados na Independência Financeira e Aposentadoria Precoce, temos muito claro o quanto é suficiente para chutar o balde e o que fazer se, por um acaso, uma quantia vultuosa dessas viesse parar na nossa conta corrente.
Os colegas que estão às voltas na corrida dos ratos falam todo tipo de besteira e fica claro para mim que, mesmo se ganhasse…

Medidor IF - Dezembro/2017: Desbloqueio da Fase Bônus

Imagem
Fala Finansfera!
Como expliquei neste post eu escolhi a renda passiva como a medida da minha Independência Financeira!



Segue resultado do mês:
mês Dezembro/17 Meta: 549,31 Realizado: 1.369,37
Acumulado 2017 Meta: 5.000 (até Dezembro/2017) Realizado: 4.326,37
Independência Financeira Meta: 6.000 Realizado: 360,53 Lembrando que para independência financeira é considerada a média móvel dos últimos 12 meses.



Abaixo temos o histórico da renda passiva do ano de 2017. Desbloqueei a fase bônus ou o quê?

Pois bem pessoal, a estratégia atual é aumentar posição de FIIs de papel e comprar ações que passarem por processo de correção dentro de uma carteira radar.
Falei aqui sobre a previsibilidade dos dividendos nos EUA e apresentei a minha expectativa de dividendos para o ano de 2018. Considerando isso e meu aumento nas posições em FIIs de papel fiquei achando que a meta de renda passiva não está desafiadora! Então antes de começar o ano já estou registrando neste espaço que vamos DOBRAR A META!
Calma aí! Nem tant…

MPL: Um investimento no exterior com altíssimo yield (até 12%)!

Imagem
Fala Galera da Finansfera!
Você já ouviu falar de MPL?
MPL significa Master Limited Partnership e essa modalidade de investimento paga distribuições na casa dos 8 a 12% ao ano!



Ok?! Mas qual é a pegadinha?
Bem, isso sempre tem! Mas a gente chega lá!
Investimentos em infraestrutura são muito caros e os riscos desse tipo de empreendimento chegam a inviabilizar o negócio. Como é do interesse da sociedade que essas infraestruturas existam, o governo estadunidense criou um tipo de parceria que viabiliza o negócio. Nos EUA os MPL’s estão sempre ligados à infraestrutura para o mercado de Energia, por isso são geralmente ligados à gasodutos, oleodutos, terminais, embarcações e etc. Assim MPL não é uma corporação convencional. Os investidores possuem units ao invés de stocks e eles fazem distribuição ao invés de pagar dividendos.
Traduzindo: toda essa mudança de nomenclaturas serve para qualificar os MPL’s como uma jabuticaba Yankee! Em termos práticos: MPL’s não pagam impostos em sua cadeia e por iss…

Previsibilidade de dividendos nos EUA

Imagem
Olá galera da Finansfera!
Desde que passei a investir na terra do Tio Sam eu fiquei impressionado com a forma como os dividendos são tratados por lá.
As empresas nos EUA entendem que o dividendo é um compromisso com o acionista. Geralmente pagam na mesma época do ano, a cada 3 meses e ainda há aquelas que pagam mensalmente. Essa previsibilidade realmente é peculiar!



Raramente uma empresa distribui um valor de dividendos num trimestre menor do que pagou no trimestre anterior. Não respeitar isso é tão grave que depois de reduzir os dividendos trimestrais as ações da empresa despencam. É como se elas estivessem demostrando falta de compromisso com o sócio.
Recentemente a GE anunciou um corte em 50% dos dividendos, passando a pagar 0,12 dólares por trimestre à partir de 13/11/2017. Com isso, muitos investidores começaram a vender suas ações, pois possuem dividendos crescentes como um princípio de investimento. O resultado disso foi a violenta queda do ativo, que caiu 10% somente em função do …

Rendimento do FFCI11 caiu, e agora?

Imagem
Olá Galera da Finansfera!
O Rio Bravo Renda Corporativa (FFCI11) foi um dos poucos fundos de tijolo que seguiu o caminho de aumento de capital para capturar as oportunidades do atual ciclo econômico brasileiro. Destaco os seguintes fatores:
- baixa taxa de juros - alta oferta de imóveis novos no mercado imobiliário compondo estoques das construtoras - alta vacância - recessão - falta de oportunidades de investimentos com boa rentabilidade, aumentando o apetite por riscos nos pequenos investidores - recente histórico de alta generalizada dos FIIs, criando no pequeno investidor uma expectativa de crescimento contínuo, apesar de que resultado passado não é garantia de resultado futuro



Logo estamos num cenário bom para compradores. E excelente para aumento de capitais de fundos imobiliários!
Infelizmente, tem muito fundo de gestão ativa vendendo patrimônio numa época destas. A melhor época para fazer uma peneira no portfólio é no mercado de alta, como o que tivemos de 2008 a 2012, de forma que o f…